Palácio Itamaraty

Marcelo Rebouças Fotografias | Arquitetura | Brasília | Photography | Artes | Projetos Arquitetônicos | Arquitecture

          O Palácio de Itamaraty conhecido como Palácio dos Arcos, foi oficialmente inaugurado em 1970 em Brasília, uma obra do arquiteto Oscar Niemeyer, que teve como engenheiro calculista Joaquim Cardoso, um objeto arquitetônico exuberante e atemporal.

          Sempre que um líder importante visita o Brasil é estendido um tapete vermelho na entrada principal do Palácio, então, essa autoridade se depara com um dos maiores vãos livres internos da América Latina, medindo cerca de 2.200 m² sem qualquer coluna de sustentação, em seguida, observa a escada helicoidal com 3,40 m de largura, uma obra  do arquiteto Milton Ramos com o engenheiro Joaquim Cardoso, a paginação do piso pelo artista brasileiro Athos Bulcão, onde cada placa possui uma disposição de granito dentro dele, o que não se repete nos demais, sendo assim peças únicas.

Marcelo Rebouças Fotografias | Arquitetura | Brasília | Photography | Artes | Projetos Arquitetônicos | Arquitecture
Marcelo Rebouças Fotografias | Arquitetura | Brasília | Photography | Artes | Projetos Arquitetônicos | Arquitecture

          O outro artista que contribuiu por dentro e por fora no projeto, foi o renomado e conhecido por atuar internacionalmente como arquiteto paisagista Roberto Burle Marx, sendo responsável por todos os jardins do Palácio de Itamaraty, tendo no Jardim Aquático o mais exuberante, nele há uma diversidade de espécies aquáticas amazônicas, onde o paisagismo atua com a obra Uni Duni Tê de Darlan Rosa, Ferros Retorcidos de Omar Franco e Folhagem de Zélia Salgado.

          O Jardim Aquático Amazônico de Burle Marx na obra de Oscar Niemeyer é prova que, a nossa flora amazônica é referência no campo do paisagismo, pois oferece uma harmonia do ambiente edificado ao natural, sendo único e instigante aos arquitetos atuais.